em branco

feira brasil

Ó
a feira tem banana cd pirata roupa barata
vem cá neném
beijo de graça

na feira o maracatu é atômico
e a couve-flor tem gilberto gil
é o caldo de cana da feira Brasil

suado na moenda do engenho negro
moído na fazenda da terra roxa
extraído sob sol tropicall
Ó
é o caldo de mocotó da feira Brasil

o Brasil é foguete a rolimã
nanotecnologia com febre terçã
alface americana plástico chinês feirante japonês
mexerica carioca morango de atibaia
mulher melancia político tomando vaia
marquês com samba no pé
ouro no pau oco
pixaim
cafuné

caldo de cult(hip-hop)ura
no caldeirão apura

descomeço
meio propício
zona sem fim

Ó
no meio do pastel de feira
tem o vento tem o vento
sêmen da tempestarte

2 comentários:

Anônimo disse...

É isso aí Paulo. Tem tudo isso, e creio que a feira, em seus pequenos metros quadrados, acaba por representar um país inteiro.
Adorei o desenho.

abraços
Renato

Jr. Magal disse...

grande !!!

mistureba... se não fosse isso, o que seria da nossa feira??
muito bommmm...
abraço Paulo!!!