em branco

A rodoviária

Tem cheiro
de saudade...
de lágrima...
de véu e grinalda...
de sonho despedaçado...
de duvida...
de blá-blá-blá...
e blá-blá-blá...
e blá-blá-blá...
Mas principalmente,
Tem cheiro de lonjura!
Das criança! Do véio e da véia!
E de Severina e o meu sertão!