em branco

Corredor

Corre...Corre...Corredor!
Corre até não mais poder...
Tenta achar a ti mesmo,
No lado de fora...
Na grande avenida...

Avenida da vida,
Cadê seu troféu?
Corre até não chegar...
Nem no ultimo lugar...

Não se aguenta nos pés,
Não se aguenta no chão...
Mas tem que correr...
Tem que ganhar...

Sofrer tentando ganhar...
Sofrer assim...
Não dá vergonha!
Sofrimento de vencedor!

Vencedor?
Corre...Corredor!
Corre afinal, pra não ser...
no final, mais um "morredor!"

2 comentários:

Jr. Magal disse...

muito bom André...

Paulo D'Auria disse...

sempre em frente! sem parar!

Grande abraço!