em branco

antes da arte, a carne - tendal 20 anos

1)



2)

3)

4)
Há vinte anos atrás, um edifício reencarnou.
Um edifício reencarnar? Difícil acreditar?
Então, sigam meu raciocínio:
A essência do conceito de reencarnação não é que, cada vez que mudamos de corpo, aprendemos, caminhamos, evoluímos?
Pois foi exatamente assim com esse edifício. Apesar de ter reencarnado ao contrário, pois o corpo continua o mesmo, - sólido, cimento, ferro, concreto, - o espírito é que é novo.
Mudou tanto e tão radicalmente que, onde antes havia carne, hoje há arte. Antes da alma, a fome.
O edifício que era um matadouro de bois, reencarnou em um viveiro de artes.
Onde antes cuidava-se do instinto mais primal do ser humano, a fome, hoje sacia-se sua fome mais nobre, a fome pela arte e pela cultura.
5)
***
"Nosso tema de junho CARNE VIVA, remete aos 20 anos do Espaço Cultural Tendal da Lapa, comemorados neste mês. O Tendal, um dos mais democráticos e simpáticos espaços culturais da cidade, onde ministramos nossa oficina poética, a Papoetaria, e onde realizamos nossos saraus mensais (a cada último sábado do mês), funciona em um edifício tombado pelo Patrimônio Histórico onde outrora funcionou um matadouro. "

Um comentário:

Caranguejúnior disse...

show visual !!!