em branco

Alegria!

São dias de muita alegria!
É batucada! É carnaval!
Mas, que louco resistiria?
É coisa de brasileiro, afinal!

Muita gente vai encher a cara
e se matar nas estradas,
Vai tentar pegar mulher na marra,
Haverão muitas barrigas inchadas!

Haverá aumento de natalidade,
e do índice de infectados por HIV,
De tamanha alegria, mortalidade
com tanta estupidez, homem sempre à mercê

Dos piores resultados,
Colhendo da inconsequente plantação
Os frutos podres e amaldiçoados,
Não foi sempre assim? Vai dizer que não!

2 comentários:

Fernanda ಌ disse...

Momento Propaganda Eleitoral: Amigos Poetas do Tiete, eu, como simpatizante e ensaista desse movimento, gostaria de ser a Conselheira Municipal da Zona Oeste de Sampa. Nesse domingo, 07/03/2010, uma urna estará na Subprefeitura da Lapa das 09 às 16 horas. Sou a candidata número 4, e tenho a proposta de levar mais qualidade de vida e mais poesia a essa cidade. Não vou ter salário, nem ajuda de custo, é por amor à cidade mesmo. Quem quiser votar em mim precisa levaro o título de eleitor, e esse precisa pertencer à Zona Oeste. Um beijo e um abraço a todos, levem os amigos e vamos ver se São Paulo fica mais "leve"... :) obg!

Fernanda ಌ disse...

Olá, meu Carnaval era feliz porque usava uma "xeringa" para molhar as pessoas que passavam sob a varanda da minha casa. Depois me jogava no chão e ficava dando risada. Brincadeiras bobas. Nada de beijos, pegações, abadás. Há muitas maneiras da gente ser feliz. Nem sempre relacionadas ao sexo e às drogas. A poesia é uma delas. bjs! E obrigada pelo apoio, consegui a segunda colocação na Eleição. Sou suplente. =)