em branco

o ponto

(Karla Jacobina)

4 comentários:

Marcelo Ferrari disse...

Vc usou todos os trocadinhos de ponto, então, não sobrou nenhuma pra pontuar um comentário genioso, quer diser, quase nenhum. Vou na linha reta da rua mesmo: adorei. Belo filho. Parabens! Ficou estilo cronica poetica. Além do que, isto explica o microfone sobre a mesa.

Paulo D'Auria disse...

Nuessa! Vc foi lembrar do Itamar!!!

marden disse...

passaiminas?!

André Luiz disse...

Já procurei o poema no busão, tb! O ponto demora demais... Mas quando chega...O poema chega junto! Ou não! Quem dera, o ponto ter rodas, como o busão! E movido a poesia!