em branco

Reencarnação








Na Papoetaria deste sábado,
Marcelo Tadeu sugeriu que trabalhássemos sobre o tema "Reencarnação", o resultado você confere abaixo:







Reencarnação
Marcelo Tadeu

Na minha outra vida
Tudo será mais simples
Já que agora sei todos os caminhos
Não perderei mais tempo
Não deixarei escapar
Nenhum momento
Na minha outra vida
Todos os dias serão grandes dias
Serei diferente
Na maneira de falar
De pensar e de amar
Levarei em mim os ensinamentos
Que tirei dos meus próprios erros
Me livrarei da ignorância
Que habita meu ser
Minha outra vida será fantástica
Pois agora
Eu sei viver



Caminhada Incessante
André Dia(s/z)?

A longa estrada
não termina nunca,
O ponto de partida
já não me recordo.
Apesar de ainda colher espinhos
Penso apenas
Em plantar as rosas,
Flores estas
Feitas de esperança,
Cujo perfume faz-me
Pensar em dias melhores
Já sem os espinhos
Lá do ponto de partida,
Nestas eras, tantas vidas,
Caminhada incessante.


Volta Revolta
Paulo D’Auria

Por que você voltou
Fazendo barulho como quem
Não deve nada a ninguém?
Por que você voltou
Desarrumando tudo outra vez
Como se fosse a primeira vez?

Sim, eu te amei,
Mas isso foi antes de eu mandar publicar
Um anúncio na seção de óbitos
Com seu nome, RG e fotos

Se você pensa que pode simplesmente reaparecer
Com essa cara de nada, de reencarnada
Saiba que tem muito pecado para expiar

Eu te odiei por esta vida e por 3 mais
Por sua causa recuei 3 estágios na minha evolução
Estou arriscando regressar como uma barata

Então não venha se fazer de sol
Com seu sorrido feito de sol
Não retorne radiante
Que joguei fora esta minha encarnação
Cavando 7 níveis de inferno
Onde lhe enterrei
Cavando 7 níveis de inferno
Para lhe soterrar.

Um comentário:

Caranguejúnior disse...

Do caralhowsky Poetas! bomdemais!!

abrax!